CAN 2010: Jogadores a Observar (Médios)

Dois dos jogadores mais interessantes presentes na CAN, são jovens centro campistas que já brilham ao mais alto nível em Inglaterra. São eles Alexander Song, do Arsenal, e John Obi Mikel, do Chelsea, e que vão merecer mais destaque neste post.

A afirmar-se no meio campo do Arsenal, Alex Song fará certamente falta à equipa londrina no mês de Janeiro, mas também será bastante útil à selecção dos Camarões na Taça das Nações Africanas. Song, apesar de ter nascido na cidade de Douala, começou a sua carreira nos franceses do Bastia, corria a época 2004/05. Depois de Arséne Wenger o ter visto, avançou para o seu empréstimo, ficando à frente de outros clubes como o Inter, Manchester United, Lyon e mais alguns. Depois dessa época de empréstimo, o Arsenal avançou para a sua compra definitiva por 1 Milhão de Libras. Em Janeiro de 2007, foi emprestado ao Charlton, onde se exibiu a grande nível, apesar de o Charlton ter descido ao Championship. Em 2007/08, começou a sua "escalada" ruma à afirmação e à regularidade que tem apresentado nesta temporada. Song é, cada vez mais, um dos pilares do onze do Arsenal. Estas boas exibições levaram-no, inclusive, à prorrogação do seu vínculo contratual até 2014. Depois de ter percorrido as selecções jovens gaulesas, Song optou por representar os Camarões e esteve presente nos Jogos Olímpicos Pequim'08 e na CAN'08, onde foi finalista vencido e fez parte da equipa ideal do torneio. Depois de ter feito o Apuramento para o Mundial'10, Song estará, previamente a representar o seu país na CAN.


Nome: Alexander Dimitri Song Billong
Data de Nascimento: 9/9/1987 (22 anos)
Local de Nascimento: Douala (Camarões)
Nacionalidade: Camarões
Altura: 185 cm
Peso: 74 kg
Clube: Arsenal FC (Inglaterra)
Posição: Médio Defensivo
Camisola Nº: 6

Videografia:
Alexander Song - Video I


A história de John Obi Mikel é sobejamente conhecida, mas nunca é demais voltar a lembrá-la. Obi Mikel teve uma carreira bastante promissora e precoce, pois jogou sempre acima do seu escalão etário. Por exemplo, em 2003, participou no Mundial Sub-17 e em 2005 no Mundial Sub-20 onde venceu a Bola de Prata, depois de ter perdido 2-1 na final com a Argentina. Nessa altura, Obi Mikel já representava os sul-africanos do Ajax Cape Town. Depois na época 2005/06 foi para o Lyn Oslo e começou o diferendo entre o Manchester United, primeiro clube a garantir a sua contratação, e o Chelsea, sendo a situação resolvida pela FIFA, que permitiu a ida de Obi Mikel para o Chelsea. A sua estreia nos blues aconteceu no dia 12 de Setembro de 2006 e logo na Liga dos Campeões, frente ao Levski Sofia. Depois de, em 2008, Makélélé ter saído para o PSG, Obi Mikel ganhou mais espaço no Chelsea e hoje em dia é um dos imprescindíveis para Carlo Ancelotti. Com 18 anos, Obi Mikel tornou-se internacional AA pela Nigéria e foi incluído na convocatória para a CAN'06 e, posteriormente em 2008. São já alguns os títulos que constam no palmarés deste médio defensivo nigeriano, onde se destacam 2 campeonatos ingleses e, a nível individual, o prémio de Jovem Jogador Africano em 2005 e 2006 e de Jovem Jogador do Chelsea em 2007 e 2008.


Nome: John Michael Nchekwube Obinna
Data de Nascimento: 22/4/1987 (22 anos)
Local de Nascimento: Jos (Nigéria)
Nacionalidade: Nigéria
Altura: 188 cm
Peso: 86 kg
Clube: Chelsea FC (Inglaterra)
Posição: Médio Defensivo
Camisola Nº: 12

Videografia:
John Obi Mikel - Video I


Os restantes jovens médios presentes na Taça das Nações Africana 2010 ainda não atingiram os níveis dos dois médios defensivos referidos anteriormente. Contundo, esta competição pode funcionar como uma rampa de lançamento rumo ao sucesso e existem alguns atletas com bastante valor. Alexander Ndoumbou é um jovem de 18 anos, natural do Gabão e que já representa o Marselha, ainda que na sua equipa secundária. Existe outro jogador, também a actuar em França, com bastante qualidade, e já se afirmou em terras gaulesas. Trata-se do maliano Samba Sow, há duas épocas no Lille, com 20 anos e já bastante utilizado no seu clube. Continuando por França, encontramos Alain Traoré. Apesar de ter feito um jogo na Ligue 1, onde defende as cores do Auxerre, Paulo Duarte achou por bem incluir este jogador de 21 anos no lote dos jogadores do Burkina-Faso na CAN. O Nancy é mais um clube francês representado na CAN por contar nas suas fileiras com Floyd Ayité, extremo togolês de 21 anos emprestado pelo Bordéus. Ayité é utilizado pontualmente no Nancy. Na Bundesliga 2, mais propriamente no Kaiserslautern, está Georges Mandjeck, cedido a título de empréstimo pelo Estugarda, este camaronês, 21 anos, conta já com uma participação ao serviço da sua selecção nos Jogos Olímpicos realizados em Pequim. Voltando a França, encontramos outro jovem natural do Mali: Traore. Médio ofensivo, com o número 10 nas costas, 21 anos, e já há largos anos no Nice, Traore é uma das estrelas da sua equipa. Quando não é França é Alemanha. Agora é a vez de falarmos de um jovem a despontar no Hoffenheim. É Isaac Vorsah, possante médio ganês, também com 21 anos , dos jogadores mais utilizados na agradável equipa do Hoffenheim. Por fim, outro valor a despontar no líder da Ligue 1, o Bordéus, é o médio maliano de 21 anos Abdou Traoré, uma das esperanças do seus país com vista a uma honrosa participação na CAN.

Quanto aos dois PALOP's presentes, Angola e Moçambique, destaca-se o angolano Stélvio que esteve a primeira metade da corrente temporada emprestado pelo Sp. Braga ao U. Leiria. Existem ainda mais três jovens valores: David e Madiná, internacionais angolanos ao serviço do Petro de Luanda; e o moçambicano, Josemar, ainda a jogar no Costa do Sol.

2 comentários:

Mauricio disse...

Olá amigo, eu olhei para o seu blog e é uma informação muito completa, saudações e boas-vindas a visita.

DC disse...

gostaria de iniciar assim uma parceria com o vosso blogue
o meu é muito recente ainda sem promoçao
gostaria que me ajudassem neste aspecto
estou tambem disposto a ajudar a divulgar o vosso
obrigado

http://dcfutebolclube.blogspot.com/